Como é o tratamento da Diabetes

Diabetes é uma doença metabólica, que acontece pela falta de insulina e/ou pela incapacidade da insulina exercer sua função adequadamente, aumentando a glicose (açúcar) no sangue.

Ou seja, ela acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir insulina suficiente para suprir as necessidades do organismo.

Então, para controlar a presença da glicose no sangue, é preciso recorrer a diferentes tipos de tratamentos, dependendo do tipo de diabetes. Confira quais são.

Injeções de insulina

Pacientes com diabetes tipo 1 precisam recorrer à injeções diárias de insulina, para manter a glicose no sangue em valores normais, ela deve ser aplicada diretamente no tecido subcutâneo (camada de células de gordura), logo abaixo da pele, em regiões como Abdômen, Coxa, Braço, Região da cintura ou Glúteo.

Medicamentos via Oral

Em alguns casos, é recomendável, também, incluir medicamentos via oral, tais como Glifage, Glifage XR ou Metformina ou você pode usar também, produtos naturais como o  biomass caps que é um encapsulado que ajuda a controlar o diabetes.

Monitorização em Diabetes gestacional

Mulheres que apresentem diabetes gestacional precisam monitorar o crescimento do bebê e seu desenvolvimento, com ultrassons e outros exames, muitas vezes, também, recorrer à injeções de insulina para baixar o açúcar no sangue. Alguns médicos prescrevem também medicamentos via oral para controlar o açúcar no sangue.

Medicamentos para diabetes tipo 2

Já, no caso de diabetes tipo 2, entre os medicamentos usados estão os Inibidores da alfaglicosidase, os Sulfonilureias e Glinidas.

Tratamento para impedir evolução da diabetes

Geralmente, o tratamento do pré-diabetes vai exigir algumas  mudanças de hábitos de vida, como uma dieta com menos calorias, gorduras saturadas e carboidratos, principalmente os simples, além da prática de atividades físicas.

Em alguns casos, o médico pode optar, junto com o paciente, em iniciar tratamento com medicação para prevenir a evolução para o diabetes.

Cortar o cigarro

Tanto a Diabetes como o cigarro multiplicam em até cinco vezes o risco de infarto, e isso devido às substâncias presentes no cigarro, que propiciam a formação de gordura nas artérias, bloqueando a circulação.

Dessa forma, o fluxo sanguíneo acaba ficando mais lento, até a artéria entupir completamente, e isso sem falar que fumar também contribui para a hipertensão de quem tem diabetes.

Cuide da saúde bucal

Não vale nada cuidar da saúde, e esquecer da higiene bucal, principalmente, após cada refeição. E esse cuidado é mais importante ainda para quem tem diabetes. Isso porque o sangue dr quem tem diabetes possui uma alta concentração de glicose, por isso, acaba sendo mais propício a desenvolver bactérias.

No mais, nem é preciso lembrar que a boca é uma via de entrada de alimentos, portanto, ela acaba também recebendo diversos corpos estranhos que, juntamente com o acúmulo de restos de comida, acabam favorecendo a proliferação de bactérias. Por isso, é preciso caprichar na escovação e procurar ir ao dentista uma vez a cada seis meses.

Leave a Reply