A Cúrcuma faz Você Perder Peso? Saiba Tudo Aqui …

Seu tubérculo ou rizoma é comido cru e seco. O rizoma seco é preservado em solo e é de cor amarelo-alaranjado. A cúrcuma é 33% um dos componentes do curry mais conhecido.

Desde a antiguidade, tem sido utilizado como tempero e corante em preparações culinárias e como agente terapêutico na medicina tradicional indiana (Ayurveda = Ciência da Vida) e na medicina tradicional chinesa , graças aos seus múltiplos benefícios para a saúde humana.

É um alimento nutracêutico, cuja cor e propriedades biológicas se devem ao princípio ativo da curcumina .

Numerosos estudos sobre a atividade farmacológica da curcumina confirmaram sua extraordinária capacidade de prevenir e curar muitas e várias doenças.

Aqui vamos nos concentrar nos resultados de pesquisas científicas sobre a ação adelgaçante da cúrcuma e a redução de doenças relacionadas à obesidade.

A obesidade é um problema de saúde pública cada vez mais difundido, associado a muitos distúrbios metabólicos, como diabetes, esteatose hepática (fígado gorduroso) , problemas cardiovasculares e uma redução significativa da expectativa de vida.

Os motivos da pesquisa são:

  • dentro dos limites e efeitos colaterais das drogas alopáticas atuais e da cirurgia bariátrica,
  • na inflamação metabólica crônica de baixo grau causada pela obesidade.

A curcumina, com seu poder antiinflamatório, tornou-se, portanto, objeto de testes clínicos aprofundados.

Uma pesquisa recente descobriu que a curcumina, também graças à sua atividade antioxidante:

  • interage com o tecido adiposo branco, promovendo a termogênese e diminuindo o acúmulo de lipídios,
  • diminui a inflamação crônica,
  • reduz a obesidade,
  • limita os efeitos adversos da obesidade.

Um obstáculo para a eficácia clínica da curcumina, no entanto, é sua baixa biodisponibilidade oral. A curcumina é, de fato, pouco solúvel em água e, portanto, pouco absorvida.

Portanto, várias formulações de curcumina estão sendo desenvolvidas para se obter uma melhor biodisponibilidade. Outros estudos são fortemente recomendados para determinar as doses exatas e o tempo de um suplemento de curcumina em terapias para várias doenças .

A piperina é o alcalóide da pimenta-do-reino ( Piper Nigrum ), o que lhe confere o sabor picante característico da pimenta.

A piperina concentra todas as propriedades fitoterápicas da pimenta-do-reino.

O que é Piperina e Curcuma Plus

Piperina & Curcuma Plus é um excelente suplemento alimentar à base de curcumina e piperina .

O suplemento é notificado ao Ministério da Saúde e é inteiramente produzido na Itália com elevados padrões de qualidade.

O suplemento é necessário, pois mesmo que você consuma cúrcuma e pimenta-do-reino em sua dieta diária, não é possível igualar as concentrações de curcumina e piperina do próprio suplemento.

Este produto é totalmente natural e está devidamente formulado para promover a perda de peso. Maximiza a sua ação, associada a uma alimentação saudável e moderada e à prática de exercício físico regular.

A piperina também tem uma longa história de uso culinário e importantes propriedades medicinais e conservantes. Possui propriedades:

  • anti-inflamatório,
  • antioxidantes,
  • termogênico,
  • para combater doenças inflamatórias crônicas do intestino (DII). Pode, por exemplo, ajudar a prevenir e reduzir a inflamação do cólon,
  • anticarcinogênico,
  • hepatoprotetor,
  • antidepressivos,
  • diurético,
  • para aumentar a absorção e biodisponibilidade de vários pesticidas.

A piperina também estimula as enzimas digestivas do pâncreas, melhora a capacidade digestiva e reduz significativamente o tempo de trânsito dos alimentos gastrointestinais.

O fexadrol funciona muito bem para perder peso rápido, porque ele é um emagrecedor que tem esses ingredientes.

Como funciona Piperina & Curcuma Plus

Piperina & Curcuma Plus é o suplemento adelgaçante mais eficaz do mercado, ideal para voltar à forma em pouco tempo, de forma saudável e sem quaisquer efeitos adversos .

A tudo isto, prova indiscutível a forte e contínua procura deste produto e a plena satisfação dos seus consumidores.

O suplemento:

  • queima os depósitos de gordura e bloqueia a formação de novos depósitos de gordura,
  • acelera o metabolismo,
  • melhora a digestão,
  • limpa o corpo, em particular, limpa o fígado, rins e intestinos,
  • reduz o apetite.

Outro constituinte do Piperine & Curcuma Plus é o Silício Coloidal que protege os tecidos conjuntivos e aumenta a sinergia dos componentes da fórmula.

Dois comprimidos por dia são recomendados após uma refeição principal.

Como comprar Piperine & Curcuma Plus

Piperina & Curcuma Plus só podem ser adquiridos online no site oficial do revendedor. É oferecido em promoção em 4 packs ao preço de 49 €. Ele é enviado para casa por correio sem custos de envio.

O pagamento é em dinheiro para o correio.

A empresa fabricante também oferece a garantia Satisfeito ou Reembolsado, conhecendo bem a validade do seu produto e o feedback positivo com os usuários ao longo dos anos e ainda tem.

Propriedades adicionais da cúrcuma

Mais de 25.000 estudos científicos em todo o mundo sobre o uso da curcumina, como agente preventivo e terapêutico para muitas doenças, têm demonstrado seus múltiplos e benéficos efeitos farmacológicos:

  • antioxidantes,
  • antiproliferativo e antiangiogênico, em particular antitumoral,
  • anti-inflamatório,
  • antimicrobianos (antivirais, antibacterianos, antifúngicos, em particular, antimaláricos e antileishmaniose),
  • hepatoprotetor,
  • anti-hipertensivos,
  • hipocolesterolêmicos,
  • artrite reumatoide,
  • antidepressivos,
  • neuroprotetor.

Em particular, a curcumina:

  • ajuda na cicatrização de feridas, ou seja, tem atividade cicatrizante. É, portanto, utilizado para a prevenção e tratamento de doenças de pele, como psoríase, vitiligo, acne, inflamação ou câncer de pele.
  • protege contra a inflamação intestinal, é ativo, por exemplo, no combate à colite ulcerativa e doença de Crohn,
  • metais chela, por exemplo, protege contra arsênio,
  • melhora a função cerebral; é na verdade um importante agente terapêutico para muitas doenças neurológicas, incluindo a doença de Alzheimer,
  • controla a obesidade e o diabetes, exercendo ação anti-hiperglicêmica,
  • alivia os sintomas da TPM.

É de se esperar que mais estudos levem a um aumento da biodisponibilidade da curcumina, de modo a utilizar plenamente seu incrível potencial terapêutico contra inúmeras doenças humanas.

Quais os Melhores Tratamentos Para Acabar com as Estrias

As estrias andam tirando seu sono e lhe impedindo de estar de bem com seu próprio corpo? Então, esse artigo é para você!

Primeiramente, é bom deixar claro que estrias são aquelas marquinhas que acabam surgindo pela degradação das fibras de colágeno e elastina na pele. Embora até seja algo sem muita importância para algumas mulheres, outras, no entanto, se sentem bem incomodadas com essas cicatrizes.

Está querendo saber quais os tratamentos para acabar com as estrias? Então, continue lendo.

Por que as estrias surgem?

Então, é preciso entender que as estrias não são apenas marcas, elas são depressões lineares na pele, que podem aparecer na cor avermelhada, até ficarem brancas, portanto, essas marcas tem texturas e cores diferentes, por isso, não são tão simples de tratar.

Por surgirem devido à degradação das fibras de elastina presentes na pele, responsáveis pela sua sustentação e elasticidade, é preciso que os tratamentos sejam voltados à renovação da pele e à reposição de colágeno.

Onde as estrias costumam aparecer?

Embora elas possas aparecer em qualquer região, as mais comuns são aquelas que sofrem com o estiramento da pele, como braços,  barriga, glúteos,  coxas, seios e  costas.

Tipos de estrias

Não existem tipos de estrias, mas estágios, pois ela começa como uma inflamação, na qual as marcas apresentam uma coloração avermelhada ou arroxeada, depois de um tempo, então, elas cicatrizam e se transformam em linhas brancas.

Causas das estrias

Muitas fatores podem causar estrias, desde fatores genéticos, como o crescimento na adolescência; o uso de corticoides; ganho ou perda de peso de forma rápida; gravidez; musculação intensa e implantes mamários.

Como prevenir as estrias?

Se não for por motivo genético, é possível, sim, prevenir as estrias com alguns cuidados diários, tais como:

– Procurar manter o corpo sempre hidratado com dermocosméticos hidratantes tipo o creme silk skin indicados pelo dermatologista;
– Beber cerca de dois litros de água por dia;
– Praticar exercícios físicos regularmente;
– Evitar consumir doces, gorduras, sal em excesso;
– Investir em uma alimentação equilibrada, rica em frutas, legumes e verduras;

Principais tratamentos para acabar com as estrias

Geralmente, os tratamentos têm o objetivo de renovar a pele e aumentar a produção de colágeno. Por isso, as estrias recentes costumam apresentar um melhor resultado. Os principais tratamentos para acabar com as estrias são:

Esfoliação: serve para fazer a descamação da pele superficial, promovendo o crescimento de uma nova, além de estimular a formação de fibras de colágeno e elastina.

Ácido retinoico: muito utilizado para o tratamento tópico das estrias, porém,  pode causar vermelhidão e descamação, por isso, só deve ser usado com indicação médica.

Peelings: semelhantes ao ácido, porém, costumam ter uma concentração maior de ativos que descamam e deixam a pele mais vermelha. Dependendo do caso, pode ser  associado à sessões de dermoabrasão, para estimular a produção de colágeno, deixando a pele mais uniforme e, assim, permitir que os ativos penetrem mais facilmente.

Laser fracionado: além de cicatrizar o tecido lesado, promove a produção de colágeno.

 

9 Dicas para prevenir e tratar varizes

Quer saber dicas para prevenir ou tratar varizes? Então, esse artigo é para você! Confira 9 dicas para prevenir e tratar varizes.

Não é fácil ter que conviver todos os dias com aquela sensação de pernas pesadas, cansaço, queimação, dores, e enfim, desconfortos próprios de quem sofre de varizes.

Vale saber que varizes é um problema que afeta cerca de 38% da população brasileira, sendo que a mulheres são as mais atingidas. E isso pode ser explicado, em parte, pelas alterações hormonais e porque, nas gestações, o aumento do útero acaba dificultando o retorno do sangue venoso.

O fato é que as varizes surgem quando as válvulas venosas, por onde o sangue retorna das extremidades do corpo para o coração, perdem a elasticidade e dilatam não conseguindo mais realizar sua função. Com isso, o sangue começa a refluir, provocando mais dilatação e refluxo, formando as varizes.

Quando dilatadas, sua função fica comprometida, provocando dor, cansaço, inchaço, peso nas pernas e cãibras, e isso por causa da retenção do sangue nas veias dilatadas.

Toda essa dor e desconforto ainda são agravados pela estética do problema, interferindo, muitas vezes, na autoestima da mulher.

Uma boa notícia é que hoje já existe cremes para ajudar aliviar esses sintomas, e o Varigold funciona perfeitamente para diminuir as dores das varizes e diminuir o inchaço.

Causas das Varizes

A genética é a causa principal, mas ela não está sozinha, já que o excesso de peso, gestações e o uso de anticoncepcionais, bem como terapias de reposição hormonal e algumas atividades de trabalho, com longos períodos em pé ou sentado, também podem causar as varizes.

Mas, sem dúvida, a hereditariedade é a principal causa de varizes, com a pessoa nascendo com maior propensão para o problema.

Tratamento de Varizes

Não somente pela questão estética e dos sintomas, mas principalmente para evitar maiores complicações, buscar um tratamento das varizes é fundamental.

Felizmente, atualmente, já é possível contar com as mais modernas tecnologias como o Laser Vascular, que torna a cirurgia menos invasiva.

Vale saber que na cirurgia com Laser as veias não são removidas, mas sim cauterizadas, o que diminuir bastante o trauma cirúrgico, promovendo uma  recuperação pós-operatória bem mais rápida.

Quem tem varizes, portanto, deve procurar um cirurgião vascular, para diagnosticar qual é o melhor tratamento indicado e no caso de haver alguma contraindicação de cirurgia, podem ser aplicadas algumas medidas paliativas, como uso de meias elásticas compressivas e medicações que melhorem o retorno venoso.

Outras medidas podem ajudar a prevenir as varizes, desde a prática de exercícios físicos regularmente, não fumar, ter uma alimentação saudável, evitar o sobrepeso, controlar o uso prolongado de hormônios, elevar as pernas sempre que possível até, também, usar meias elásticas.

Dicas para prevenir as varizes:

Algumas dicas simples podem ajudar a prevenir as varizes, tais como:

  • Evitar o excesso de peso, apostando em uma alimentação equilibrada;
  • Evitar usar salto alto em excesso, pois eles atrapalham a circulação do sangue;
  • Consultar um médico antes de começar um tratamento com pílula anticoncepcional, e tirar todas as dúvidas;
  • Não ficar o dia inteiro na mesma posição, procurando se levantar e andar,para ajudar a liberar e estimular a circulação sanguínea;
  • Não fazer exercícios como musculação ou aeróbica de alto impacto, pois provocam uma maior tensão nos vasos e, consequentemente, a sua dilatação;
  • Procurar, sempre que possível, elevar as pernas, isso favorece o retorno venoso, já que os pés ficarão mais altos que o coração;
  • Não fumar, pois o cigarro é prejudicial a saúde e se combinado com outros hábitos não saudáveis pode causar varizes;
  • Usar meias elásticas;
  • Procurar um profissional assim que perceber o surgimento das varizes.